MusicasGospelBrasil

Loading...

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Fé é crer no que não se vê, é perseverar diante do impossível.



Fabio de Menezes.

Ame uns aos outros ardentemente...
E por ele credes em Deus, que o ressuscitou dentre os mortos, e lhe deu glória, para que a vossa fé e esperança estivessem em Deus; Purificando as vossas almas pelo Espírito na obediência à verdade, para o amor fraternal, não fingido; amai-vos ardentemente uns aos outros com um coração puro; Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, ma
s da incorruptível, pela palavra de Deus, viva, e que permanece para sempre.
Porque Toda a carne é como a erva, E toda a glória do homem como a flor da erva. Secou-se a erva, e caiu a sua flor; Mas a palavra do SENHOR permanece para sempre. E esta é a palavra que entre vós foi evangelizada. (I PEDRO 1:21-25)




Uma vez um homem estava sendo perseguido por vários malfeitores que queriam matá-lo.
O homem, correndo, virou em um atalho que saía da estrada e entrava pelo meio do mato e,no desespero, elevou uma oração a Deus da seguinte maneira:



- Deus Todo Poderoso, fazei com que dois anjos venham do céu e tapem a entrada da trilha para que os bandidos não me matem!!!



Nesse momento escutou que os homens se aproximavam da trilha onde ele se escondia e viu que na entrada da trilha apareceu uma minúscula aranha.
A aranha começou a tecer uma teia na entrada da trilha.



- Senhor, eu vos pedi anjos, não uma aranha. Senhor, por favor, com tua mão poderosa coloca um muro forte na entrada desta trilha, para que os homens não possam entrar e me matar...
Então ele abriu os olhos esperando ver um muro tapando a entrada e viu apenas a aranha tecendo a teia.



Os malfeitores estavam entrando na trilha, na qual ele se encontrava, e ele estava esperando apenas a morte.
Quando passaram em frente da trilha o homem escutou:



- Vamos, entremos nesta trilha.
- Não, não está vendo que tem até teia de aranha?Nada entrou por aqui. Continuemos procurando nas próximas trilhas.


Fé é crer no que não se vê, é perseverar diante do impossível.


Às vezes pedimos muros para estarmos seguros, mas Deus pedeque tenhamos confiança n'Ele para deixar que Sua Glória se manifeste e faça algo como uma teia, que nos dá a mesma proteção de uma muralha.


Nunca desanime em meio às lutas, siga em frente, pois Deus disse: “diga ao fraco que Eu sou forte”.


São nos momentos mais difíceis que encontramos em Deus a nossa força.








quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Meu é o conselho, e a verdadeira sabedoria


: Provérbios 8:12-36
Eu, a sabedoria, habito com a prudência, e possuo o conhecimento e a discrição.
O temor do Senhor é odiar o mal; a soberba, e a arrogância, e o mau caminho, e a boca perversa, eu os odeio.
Meu é o conselho, e a verdadeira sabedoria; eu sou o entendimento; minha é a fortaleza.
Por mim reinam os reis, e os príncipes decretam o que justo.
Por mim governam os príncipes e os nobre
s, sim, todos os juízes da terra.
Eu amo aos que me amam, e os que diligentemente me buscam me acharão.
Riquezas e honra estão comigo; sim, riquezas duráveis e justiça.
Melhor é o meu fruto do que o ouro, sim, do que o ouro refinado; e a minha renda melhor do que a prata escolhida.
Ando pelo caminho da retidão, no meio das veredas da justiça,
dotando de bens permanentes os que me amam, e enchendo os seus tesouros.
O Senhor me criou como a primeira das suas obras, o princípio dos seus feitos mais antigos.
Desde a eternidade fui constituída, desde o princípio, antes de existir a terra.
Antes de haver abismos, fui gerada, e antes ainda de haver fontes cheias d'água.
Antes que os montes fossem firmados, antes dos outeiros eu nasci,
quando ele ainda não tinha feito a terra com seus campos, nem sequer o princípio do pó do mundo.
Quando ele preparava os céus, aí estava eu; quando traçava um círculo sobre a face do abismo,
quando estabelecia o firmamento em cima, quando se firmavam as fontes do abismo,
quando ele fixava ao mar o seu termo, para que as águas não traspassassem o seu mando, quando traçava os fundamentos da terra,
então eu estava ao seu lado como arquiteto; e era cada dia as suas delícias, alegrando-me perante ele em todo o tempo;
folgando no seu mundo habitável, e achando as minhas delícias com os filhos dos homens.
Agora, pois, filhos, ouvi-me; porque felizes são os que guardam os meus caminhos.
Ouvi a correção, e sede sábios; e não a rejeiteis.
Feliz é o homem que me dá ouvidos, velando cada dia às minhas entradas, esperando junto às ombreiras da minha porta.
Porque o que me achar achará a vida, e alcançará o favor do Senhor.
Mas o que pecar contra mim fará mal à sua própria alma; todos os que me odeiam amam a morte.